A week long nature pilgrimage through the beautiful Dão valley from the source to the mouth of the river.

Hello friends of Moinhos do Dão,

With this program a long cherished wish has come to fruition: to really get to know the Dão and to contribute to sustainable development in the valley. After a period of research and a lot of hiking, the program is ready to be shared with the world. I hope the story of the Caminho do Dão inspires you to put on your hiking boots!

Developing the hike has been a strong confirmation of the power of walking and rarely have I felt as free as when I walked the length of the Dão river last spring. Stepping onto the trail each morning to walk into the world and let the valley reveal itself during the day was always uplifting. It is a rich and diverse piece of Portugal with so much to see, enjoy and contemplate on.

The Dão valley has its own story to tell: about a landscape in the 21st century and how it is shaped by the current social, economic and climate realities. A story about how nature survives and struggles, about the geology of a river valley and the many, many different ways people interact with the land. As one perceptive hiker said: I find it interesting as a product: romance and reality.

Join the Caminho do Dão and experience spring in the river valley.
2020 hiking programs: April 25 till May 2 and May 16 till 23

More information: caminhododao.org

Art at and inspired by Moinhos do Dão.

Art is happening at Moinhos do Dão and art is made inspired by the Dão river at Moinhos do Dão.

Nest piece by Anne Friné, our current artist in residence. The Nest can be visited until the Dão floods and takes it away. www.steigerova.com

'Studies on Water' by João Dias now on display in João's current exhibition at Museu Nacional Grão Vasco in Viseu.
www.joaodias.pt


Anne Friné's nest by
the Dão river.


Anne Friné in her nest
by the Dão river.

Studies on Water
Joao Dias 2017

Studies on Water
Joao Dias 2017
Based on the Dão river
at Moinhos do Dão.

Limpeza do Rio Dão Communicação de Imprensa

Noticia no Jornal do Centro sobre a limpeza do Rio Dão organizada pela CuidaDão.

Noticia no Jornal do Centro sobre a limpeza do Rio Dão organizada pela CuidaDão.

Communicação de imprensa:

As inundações de 10 de Janeiro 2016 não só deixaram um rasto de destruição ao longo das margens do rio Dão,como também grandes quantidades de lixo: sacos plásticos, garrafas, pneus de automóvel e outros objectos estão pendurados nas árvores, cobrindo as “praias” e estragando vários lugares do ambiente natural. Se forem deixados aí, continuarão a poluir o ecossistema do rio, podendo acabar no Atlântico visto que o Dão desagua no Mondego que por sua vez termina no oceano. É sabido que 80% do plástico encontrado nos oceanos provém de terra e que milhões de aves marinhas e mamíferos morrem todos os anos por o ingerirem.

CuidaDão, uma iniciativa de cidadãos pela defesa da natureza no vale do rio Dão, verificou a quantidade de lixo resultante das inundações referidas e decidiu agir. Uma ação para convidar cidadãos a fazer uma limpeza conjunta e contribuir para a sensibilização acerca dos problemas resultantes da poluição do ecossistema deste rio e a sua ligação ao que acontece nos oceanos. O tema desta ação é, por conseguinte, “como é que aquilo foi ali parar?” Saber como o lixo acaba num praia fluvial ou numa praia do oceano poderá ser uma forma de iniciar a resolução do problema.

CuidaDão é um movimento de cidadãos que habitam próximo do rio Dão, estão preocupados com a poluição do rio e a degradação do ambiente no vale. CuidaDão acredita que o património natural é um recurso subestimado e está empenhado em proteger e divulgar os valores naturais, culturais e económicos em presença. CuidaDão faz parte de um projeto nacional: ProjetoRios. Este projeto desenvolve e oferece métodos simples para os cidadãos e profissionais poderem monitorizar a saúde dos rios de Portugal e sensibilizar o público para a necessidade de a melhorar. De acordo com o método “ProjetoRios”, CuidaDão adotou um troço de 500 metros do rio Dão acima e abaixo da Ribeira dos Frades onde esta desagua neste rio.

Objetivos de CuidaDão:

  1. Saber mais sobre como a poluição afeta o ambiente.
  2. Aumentar a consciência pública sobre a importância de rios limpos em Portugal.
  3. Trabalhar em conjunto com todos os envolvidos para descobrir o que pode ser feito     no que respeita à poluição.

A ação de limpeza referida é apoiada pela Câmara Municipal de Mangualde, Freguesia de Fornos de Maceira Dão, Câmara Municipal de Viseu e Junta de Freguesia de Fragosela. Estas autarquias ajudam fornecendo ferramentas, remoção do lixo apanhado, e oferecendo um almoço aos participantes.

CuidaDão – A new environmental initiative for the Dão valley.

When you live in a place like the Moinhos do Dão, where the river and woods are your daily world, you cannot just stand and watch idly by when you see the damage caused by pollution in the river, ‘eucalyptification’ of the landscape for short term economic gain and fires every year due to poor land management. Environmental protection has become an undeniable necessity for us not just because of where we live, but also because we think the natural world at large needs protection. We wanted to ‘do something’ so we started a group, using the Projecto Rios method, that monitors the Dão river and its banks and aims to raise awareness about the importance of healthy ecosystems and clean rivers. Continue reading